O centenário de Dorival Caymmi, em 2014, ocupou a cabeça e a alma do Matita Perê. Um trabalho delicado de arranjos e harmonia, que começou a ser pensado com dois anos de antecedência e culminou com uma temporada inicial, naquele ano, no Teatro Gamboa, em Salvador (BA).

A versão especial de Só Louco, que o grupo toca desde 2001, ganhou a companhia de outras nove canções no show intitulado Curimã Lambaio: A Lenda do Abaeté, Pescaria, A Mãe D’Água e a Menina, A Preta do Acarajé, Vatapá, Maracangalha, Velhas Estórias e O Vento.

Depois, foi só arrematar o programa com seu trabalho autoral, entre levadas de ijexás e sambas que vão ao encontro da velha Bahia de Dorival. Os matitas convidaram uma turma boa de músicos que se integrou ao espetáculo, além de ganharem de presente o minidocumentário ‘Caymmi: 100 Anos em 15 Minutos’, que pode ser conferido a seguir: